domingo, 3 de junho de 2012

Especial Keane

Parte I



Esta é a história de três amigos do sudeste da Inglaterra que conquistaram o mundo com sua música; em suas primeiras gravações, o piano dominava nas composições e não tinha guitarra. Até agora, todos os seus discos têm atingido o primeiro lugar em seu país, e vendeu milhões de cópias no mundo todo. Com seu novo álbum, Strangeland tornaram-se oficialmente um quarteto e podem repetir o sucesso alcançado por seus predecessores.

Keane vem de Battle, East Sussex (Inglaterra) e o trio formado em 1997 consta de Tim Rice-Oxley (piano e vocal), Tom Chaplin (vocais, guitarra), Richard Hughes (bateria, percussão), recentemente foi incluído, Jesse Quin (baixo), que já tocou com eles durante a turnê de 2007. A formação original também incluía o guitarrista Dominic Scott, que deixou a banda em 2001.

O som de Keane distingue-se pela utilização do piano (ou sintetizador) como o principal instrumento em detrimento da guitarra, o que os diferencia da maioria das bandas de rock. Até agora, eles já venderam mais de 10 milhões de álbuns em todo o mundo.


A história do grupo começa com a amizade de Tom Chaplin (nascido em março de 1979) com o irmão de Tim Rice-Oxley , também chamado Tom e alguns meses mais novo do que o futuro cantor do Keane . As mães de ambos também se tornaram amigas. O pai de Chaplin, David, foi diretor de uma escola em Robertsbridge, East Sussex (de propriedade da família), por vinte anos. Os três foram para a mesma escola até a idade de 13 anos. Mais tarde, eles estudaram em Tonbridge School, em Kent, onde se Rice-Oxley conheceu Dominic Scott. Logo os dois descobrem o interesse em comum por musica. O futuro baterista da banda, Richard Hughes , também estudou em Tonbridge, mas nenhum deles consideravam a possibilidade de dedicar integralmente à música.

Em 1993, enquanto estudava na UCL (University College London), Rice-Oxley forma uma banda de rock com Scott e convida Hughes para tocar bateria. O grupo se chamava The Lotus Eaters, tocava covers de suas bandas favoritas: The Beatles, U2 e Oasis.

Depois de ouvir Tim Rice-Oxley tocando piano em Virginia Water (Surrey), em 1997, Chris Martin o convida para integrar a banda que tinha acabado de formar, o Coldplay. Mas Rice-Oxley declina da oferta porque não queria deixar o The Lotus Eaters.

Ainda 1997, Tom Chaplin se junta à banda, tomando o lugar de Rice-Oxley como vocalista. Naquela época, o grupo mudou o nome para Cherry Keane, sugestão de uma amiga da mãe de Chaplin que os conhecia desde quando eram crianças. Quando ela morreu, devido ao câncer, deixou o dinheiro para a família de Chaplin, que serviu de ajuda ao cantor sobreviver até obter êxito com a banda. Pouco depois o nome foi encurtado para Keane.

No verão de 1997, Chaplin vai para a África do Sul para trabalhar como voluntário em um ano sabático. Suas primeiras experiências foram refletidas posteriormente na postura do Keane na campanha Make Poverty History – no Brasil é conhecida como Campanha Global de Ação Contra a Pobreza. Em seu retorno à Inglaterra, em julho de 1998, junta-se ao grupo um pouco mais tarde e estream no pub Hope & Anchor.

Nesse mesmo ano, Chaplin vai para Universidade de Edimburgo para estudar história da arte, mas logo deixou o curso para viver em Londres e convencer seus companheiros de que deviam se dedicar exclusivamente à música. Assim começaram a atuar pelo circuito de bares em Londres em 1998 e 1999.

No final de 1999, e sem sequer ter um contrato, Keane grava seu primeiro single promocional, Call Me What You Like, através de seu próprio selo, Zoomorfos. Eles venderam 500 cópias em seus shows e bares para onde iam após os concertos. Em fevereiro de 2011 sai o segundo single, Wolf at the Door, dos quais apenas 50 exemplares foram produzidos em CD-R. Ambos os singles tornaram-se itens cobiçados por colecionadores.

This Is The Last Time, segundo single
Devido ao sucesso limitado na época, Scott decide sair do grupo. Poucos meses antes, a banda havia sido convidada pelo produtor James Sanger para gravar em seus estúdios, em Les Essarts (França). Eles gravam várias canções, entre agosto e novembro de 2001, entre as quais estão Shaped e This Is the Last Time. É durante essas sessões que eles tiveram a idéia de usar o piano como instrumento principal, já que o guitarrista havia saído da banda.

Everybody´s Changing, o single
Depois de voltar para a Inglaterra, mesmo sem contrato, Keane volta a tocar em pequenos clubes até que em um deles, no Betsey Trotwood (Londres), Simon Williams, da Fierce Panda Records, o mesmo que havia descoberto o Coldplay, assiste o show, gostou tanto que ofereceu a publicação comercial do single Everybody's Changing. Colocado à venda em 12 de maio de 2003, provocou uma verdadeira guerra de selos querendo assinar com a banda. A reputação ao vivo Keane ganha a atenção da mídia e com o single provoca uma pequena guerra entre várias gravadoras que queriam assinar com eles. O grupo acaba decidindo pela Island Records, no verão de 2003.

O próximo single, This Is the Last Time , é lançado em outubro de 2003 e foi o último pela Fierce Panda Records. Com essa música, a banda começa a conseguir reconhecimento na Grã-Bretanha e os Estados Unidos.

Em fevereiro de 2004, o Keane lança o primeiro single pela Island, Somewhere Only We Know, que chegou a terceira posição na lista de singles mais vendidos no Reino Unido. É reeditado em maio Everybody's Changing alcançando o 4 lugar na Grã-Bretanha.


Um comentário:

Adri disse...

Depois de Beatles, Keane é a minha banda favorita... Aquela que eu vou amar pelo resto da vida...