quarta-feira, 2 de novembro de 2011

The Smiths - Strangeways, Here We Come (1987)


O último álbum do Smiths não ficou tão famoso quanto os anteriores, mas não fica atrás em qualidade musical – até se superaram em experimentações sonoras, buscando fugir um pouco do convencional baixo, bateria, guitarra e eventuais teclados. Johnny Marr chegou a dizer que queria afastar do estilo “jingle jangle” do som anterior e buscou – pasme – referências no “White Album” dos Beatles!

Enquanto Marr passou também a escrever arranjos requintados para cordas e saxofone, Morrissey imprimiu uma dramatização inédita em suas interpretações, chegando a rasgar a voz em "A Rush and a Push and the Land is Ours". Outra surpresa está nas sutis incursões pelos caminhos do rock psicodélico em "Death of a Disco Dancer". É o único álbum dos Smiths no qual Morrissey toca um instrumento (piano). Segundo Johnny Marr, ele apenas ficou batendo nas teclas.

O nome do álbum se refere a uma conhecida prisão em Manchester. Marr queria expandir a banda, levando-a a outro nível musical e se possível a um sucesso global, o que Morrissey se opôs. Além de entrar constantemente em atrito com o novo empresário, Ken Friedman, o qual Marr apostava suas fichas.

Strangeways, Here We Come” sairia pela EMI (eles tinham acabado de assinar com essa gravadora), mas ainda deviam um álbum para a independente Rough Trade. Embora não muito popular, Strangeways.... é considerado por muitos o melhor trabalho da banda e só não foi mais inovador por causa da tensão entre Marr e Morrissey, sendo que este último barrava as idéias de Marr.

2 comentários:

Mary Joe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mary Joe disse...

Cláudio, um dia desses, estive aqui, mas não estava em meu pc... então não pude logar, daí que li e naõ comentei. Adoro seu blog, entaõ sempre que posso venho te prestigiar. =)

Smiths é das minhas bandas do coração. Acho que Morrissey sempre teve facilidade em descrever como eu me sentia... nessas ondas deprê que rolam por vezes em nossa vida.
E seu post, como sempre, ficou dez.
Beijokas
Mary Joe