domingo, 10 de abril de 2011

Mariee Sioux, cantando para os índios


Quem gosta da cantora folk Alela Diane, sem dúvida não terá dificuldade de curtir Mariee Sioux. Músicas cheias de espiritualidade e paz. O legal é que ambas já tocaram juntas e ficaram amigas.

Mariee Sioux, como Adele, também nasceu em Nevada (EUA). Suas canções falam sobre búfalos, montanhas, lobos e montanhas sagradas. Ela faz parte dessa nova geração de cantoras americanas folks que foram capazes de fornecer à música tradicional ares renovadores.


Seu pai, Gary Sobonya, é um bandolinista de origem polonesa e húngara, e sua mãe tem raízes espanholas e mexicanas. Com esses antecedentes, não é de se estranhar que Mariee Sioux tenha investigado a herança musical dos índios norte-americanos, que não hesita em incorporar em seu universo sonoro.

Seus discos são de uma beleza rara. Algumas músicas chegam a ultrapassar seus 10 minutos, mas você nem sente porque se envolve facilmente em uma atmosfera indígena que funciona como bálsamo para nossos ouvidos.

4 comentários:

Mary Joe disse...

Achei uma delícia a música. O timbre da voz dela me lembrou alguém. Mas não consegui me lembrar...

Seu post ficou irretocável.
Beijo carinhoso
Mary

Adri disse...

só vc mesmo p falar de músicas assim... legal! ainda bem q vc existe!
saudades doloridas!
amo-te

Rafael Barletta disse...

Carla Bruni não?

Cláudio disse...

Senhor Rafael, a intenção aqui é falar da Mariee e não Carla Bruni. Outra coisa: Mariee chegou a viver em uma tribo indígena na Patagônia. O que é diferente de Carla Bruni que visita índios com fins filantrópicos.