domingo, 6 de março de 2011

Rory Gallagher, um guitarrista para ser sempre lembrado


Recentemente morreu o excelente guitarrista irlandês Gary Moore, no dia 06 de fevereiro de 2011. Lamentei muito, ainda mais porque as novas gerações não são muito de cultuar guitarristas de blues – estilo que nem sequer tocam muito mais nas rádios. Mas lamentei muito mais pela grande mídia (a maioria) enunciarem que Moore foi o maior guitarrista irlandês. Sabemos que não é verdade, pois antes dele existiu Rory Gallagher.

Minha mente viajou no tempo, e lembrei-me ainda menino ouvindo os roqueiros mais velhos falando do lendário guitarrista irlandês, seus shows incendiários cheios de energia. Gallagher adorava o palco, gravou muito ao vivo, tanto que Irish Tour, de 1974, é considerado um dos melhores registros ao vivo.

Dono de uma voz privilegiada e fundindo virtuosismo e energia ao instrumento, fez álbuns que venderam mais de 14 milhões de cópias, mas a maldição do blues não o poupou: o punk e os modismos que o sucederam tornaram seu estilo fora de moda. Em 1995, quando morreu, mereceu apenas pequenos registros nos jornais. Infelizmente ninguém mais se lembrava do guitar hero.



Ele brilhou na já longínqua década de 70 e caiu no esquecimento a partir dos anos 1980; seus lp´s de alta qualidade não o levou a fama que ele tanta buscou e merecia; os solos de guitarra, com sua inseparável Fender Stratocaster – ela a adquiriu em 1962 numa loja de instrumentos usados - foram dos melhores que já ouvi.

Gallagher além do blues também tocava rock, baladas e folk (usando bandolim e gaita), chegou até fretar com o heavy metal, por influência da amizade com Roger Glover e quando foi gravar na Alemanha o álbum Photo –Finish e se enturmou com a banda Scorpions.

O video abaixo mostra a festa que era um show de Gallagher, época que não tinha área vip, seguranças e outras palhaçadas para atrapalharem as pessoas se divertirem

3 comentários:

Adri disse...

a gente se torna imortal quando é lembrado. enquanto houver um amante da música como você, todos os guitarristas do mundo serão imortais!
adorei! muito bom post

Mary Joe disse...

Francamente, guitarristas naõ são lá muito o meu forte. Mas gostei muito do seu post. E vou olhar com mais carinho se algum dia me encontrar com algo do Rory Gallagher.

lily disse...

Ya he visto algunos hay wedding dress with sleeves