terça-feira, 14 de dezembro de 2010

The National - High Violet (2010)


Desde Alligator, os membros do The National vêm explorando a mesma linha de sons obscuros e solenes, e cada vez mais com melhores resultados. Uma mostra disso se encontra no novo álbum, High Violet, lançado em 10 de maio de 2010. A banda aposta na perfeição.

Neste novo trabalho pode-se ouvir o mesmo som rock-pop das tentativas anteriores, somente construído a partir de grandes arranjos orquestrais e camadas de instrumentos. É notória a intenção do grupo em elevar o nível das apostas e deixar de lado o clima soturno da produção anterior e ir por um caminho menos restrito e mais aberto.

“Terrible Love”, a faixa de abertura, já mostra o nível do disco, no qual metais e coros se unem para aumentar gradualmente a intensidade da música, levando a um resultado surpreendente. Neste mesmo segmento encontra-se “Afraid of Anyone”, em que os coros e arranjos de Sufjan Stevens combinam com o ritmo contundente.

No caso de “Runaway” é a orquestra que conduz a canção, produzindo um belo fundo de melancolia latente que parece sustentar a frágil e emocional voz do cantor Matt Berninger. “Vanderlyle crybaby Geeks” é de uma beleza sem igual, Conversation 16 segue o mesmo caminho.

A banda já deixou claro que suas influências vão de Joy Division a Bruce Springsteen, mostrando sintonia com seus contemporâneos Interpol e Editors. Vindos do Brooklyn, EUA, este quinto trabalho foi gravado no Brooklyn, Nova Iorque, na garagem do guitarrista Aaron Dessner, tem participação de Sufjan Stevens, Richard Reed Parry (Arcade Fire) e Justin Vernon (Bon Iver), entre outros. O álbum tem sido considerado pela imprensa como uns dos melhores lançados este ano e com razão.

High Violet é um trabalho que mantém o ritmo e a qualidade do início ao fim. Bem feito e muito mais intenso do que seus antecessores. Em suma, é um álbum agradável como um todo e que certamente estará entre os melhores lançamentos de 2010. O álbum anterior, Boxer, pode ter consagrado a banda na cena indie, mas com High Violet abre-se o caminho à banda ao estrelato.

3 comentários:

Mary Joe disse...

Cláudio, seu post ficou interessante, mas confesso a vc que não gostei da banda. Achei lenta, chatinha...
Beijokas
Mary

Adri disse...

gosto dos seus achados... eles são bons!

llq disse...

pretty good post. I lawful stumbled upon your blog and wanted to command that I get really enjoyed reading your blog posts. Any condition I’ ll be subscribing to your maintain and I hope you despatch again soon christian louboutin platforms.