terça-feira, 4 de maio de 2010

Jeremy Jay, um mistura sedutora



Ele parece uma mistura de David Bowie, Beck e Scott Walker. É um norte-americano, nascido na California, mas cresceu em Los Angeles. Suas canções são simples e assobiáveis, que não tem a preocupação em soar inovador e moderno. Jay parece não se preocupar se vai agradar ou não. Sua música é muito pessoal, sem nenhum compromisso a não ser com ele mesmo. Parece que ele compõe suas canções quando está andando pela rua.

Romântico, sofisticadamente retrô e sedutoramente ambíguo, começou sua carreira com o maravilhoso EP “Airwalker”(2007), em seguida, gravou o álbum de estreia “A Place Where We Can Go” (2008). Se nesse primeiro trabalho Jeremy seguia a linha rock lo-fi; o segundo, "Slow Dance" (2009), vai de encontro à new wave francesa (sua mãe é suíça), repleto de teclados no estilo new-romantic.

Neste ano Jeremy Jay lança dois álbums, "Splash" e "Dream Diary', que segundo o cantor, a inspiração para os álbuns veio quando estava em Londres e percebeu de como ele era americano e o quanto disto estava nele.

Enquanto você espera por esses trabalhos, Jay selecionou e postou 10 novas faixas dos dois álbuns em seu MySpace.

2 comentários:

Adri disse...

Jeremy Jay é MUITO LEGAL! adoro a voz e todas influências q eu identifico em Airwalker!

Mary Joe disse...

Gostei do cantor. A música é legal, gostosa de ouvir... agora, vamos e convenhamos, ele naõ é lá muito gato não, rsrsrs.

Seu post ficou ótimo, como sempre.
Bacci
Mary Joe