terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Heart



É lamentável ver tantos textos na net e revistas se referindo ao Heart como “rock dos anos 80”, sendo que a banda existe desde 75 e já tinha composto alguns dos seus grandes sucessos como Barracuda, Magic Man e Crazy on You. Tudo bem que foi na citada década que o Heart implacou seus maiores sucessos, praticando um pop-hard-rock de arena.

Entre 85 e 87 seus videoclipes passavam exaustivamente na tv. Poucos conheciam ou se lembravam das irmãs Wilson nos anos 70. Naquela época a grande influência era o Led Zeppelin, além de uma tendência para baladas pop e folk.

A banda teve várias formações, mas o pivô sempre era Ann e Nancy Wilson. Considero seus dois primeiros álbuns (Dreamboat Annie -1976 e Little Queen – 1977) seus melhores trabalhos; não que o som praticado depois seja ruim, mas não foi nada muito empolgante trocar Led Zeppelin por Jefferson Starship, tanto que Grace Slick fez backing-vocal na música “What About Love” do álbum Heart (1985). A música "if looks could kill" chegou a ser propaganda de cigarro.

Como disse, a música do Heart dos anos 80 não era ruim, mas o visual cafona tipo hard/pop de arena, com aqueles cabelos de Hair Metal, é de doer. E foi esse Heart que o Brasil curtiu e conheceu nos anos 80. Devido ao tremendo sucesso se referirem até hoje como “banda dos anos 80”. Apesar de dizer “anos 80”, o auge em vendas foi entre 85 e 90 - os primeiros álbuns lançados bem no início dessa década não vingaram.

Já na década de 90, com o grunge e o rock tirando o excesso de maquiagem, as irmãs Wilson saem de cena e só voltam em 93 com o álbum “Desires Walks On” que não emplaca. No novo século vivem praticamente de shows e trabalhos ao vivo. Destaco o ao vivo/acústico (era a época dos álbuns acústicos que viraria epidemia e salvação financeira de muitos artistas). “The Road Home de 95, produzido por John Paul Jones (Led Zeppelin), vende bem e mostra um Heart revigorado. “Jupiters Darling” (2004), primeiro de inéditas depois de tantos anos, retorna à suas raízes de hard rock com influência de Led Zeppelin (basta ouvir Things”) e folk.

Curiosidade: Nancy Wilson (guitarra) é casada com o cineasta Cameron Crowe("Quase Famosos")

Antes e depois



Um comentário:

Mary Joe disse...

Nao sabia da historia previa do Heart. Confesso que na minha ignorancia musical, eu achava queu eles tinham comecado no tempo de If looks could kill...
Inclusive, uma das minhas musicas favoritas de todos os tempos é deles. Chamada These dreams. Linda linda.

Agora [i]Como disse, a música do Heart dos anos 80 não era ruim, mas o visual cafona tipo hard/pop de arena, com aqueles cabelos de Hair Metal, é de doer.[/i]. Puxa Claudio, até que era bonitinho. Eu adorava, rsrsrs.
Beijokas
Mary