segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Ed Harcourt - A Beautiful Lie (2006)


Vivemos um tempo em que todo artista quer aparecer, ainda que para isto se submeta às situações mais ridículas - ainda mais que hoje não pode-se viver apenas de vendas de cd´s. Entre declarações “bombásticas”, “brigas” com paparazzes e as supostas “voltas por cima” de artistas que foram no “fundo do poço - ou seria tudo uma armação? Entretanto, enquanto esta tendência se acelera, ainda se pode encontrar quem tenha um trabalho de maior importância e que despreze a busca sôfrega por espaços na mídia.
Como se deu com músicos do calibre de Rufus Wainwright, Ed Harcourt, inglês de Brighton, também não ficou popular por estas plagas tupiniquins. Provavelmente permanecerá na lista dos marginais: Tom Waits, Randy Newman, Harry Nilsson, Nick Cave e Lloyd Cole, entre outros)
Dono de um estilo pessoal de composição e interpretação, Harcourt estreou no mercado fonográfico com o mini-álbum Mappelwood. Um ano depois, o subsequente Here Be Monsters lhe valeu uma indicação ao cobiçado Mercury Prize e elogios rasgados por parte da crítica especializada. Já em seu segundo trabalho From Every Sphere (2004), Harcourt enumerou como influências os escritores Raymond Carver e JD Salinger, o cineasta David Lynch, o poeta romântico John Donne e Shakespeare.
Musicalmente, o death-pop de Ed Harcourt – conforme seu estilo foi definido pelo produtor Tchad Blake – denota uma fidelidade para com as estruturas clássicas da canção. Ainda assim, há sempre um elemento sinistro em meio às melodias; uma sensação de selvageria oculta que ameaça irromper das profundezas para nos engolfar a qualquer momento.
Que ele é capaz de escrever três músicas um bom dia. Não sabemos se isso é verdade ou não, o que é verdade é que ele deixou cinco álbuns em seis anos. Seu mais recente trabalho é A Beautiful Lie, uma coleção de contos gótico, loucura, escuridão e desespero.
Desta vez vou colocar três vídeos, simplesmente porque sua música é maravilhosa demais para ficar no anonimato. E aproveito para dedicar este post a minha namorada Adriana, que tenho certeza que ela vai se apaixonar pela música de Ed Harcourt.








Link:
http://rapidshare.com/files/182433400/Ed_Harcourt_-_The_beautiful_lie.zip.html

Um comentário:

Adri disse...

Eu não merecia... Mas vc dedicou a mim. E eu chorei!

Tudo tem sua hora. E tinha q ser hoje, tinha que ser agora... Ouvindo essa música tão linda, eu sei exatamente por quem eu sou apaixonada!

Beijos