sábado, 13 de dezembro de 2008

The Mummies



O rock é ó único tipo de música que aceita qualquer tipo de maluco e gente pra lá de esquisita. The Mummies é o tipo de banda que podemos chamar de trash. Guitarras completamente desafinadas, baterias podres que eram destruídas a cada "martelada", teclados psicodélicos ecoando por amplificadores vagabundos e os integrantes da banda devidamente caracterizados de... múmias! Para dar um toque extra, o carro da banda era uma van de serviço funerário.
A carreira dos caras durou pouco mais de três anos, entre o final dos anos 80 e começo dos 90. Foram muitas vezes expulsos dos clubes onde tocavam por quebrar ou roubar equipamentos. Se achavam um lugar legal, apresentavam-se apenas em troca de cerveja. Enquanto o pessoal de Seattle vestia camisa xadrez e deixava o cabelo crescer, eles usavam sórdidos trapos brancos. Falando em Seattle, eles recusaram um contrato com a então meca do grunge, Sub Pop, que via nos Mummies a possibilidade de criar um novo Kiss.
Seus discos, diga-se de passagem, sempre contaram com produção paupérrima, muitos chiados e capas em preto e branco, dando uma impressão ainda mais trash. A capa de um deles (Runnin’on Empty) apresenta um dos "múmias" categoricamente sentado em uma privada! Todas estes predicados renderam aos caras a fama de "reis do rock de baixo orçamento".