quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Belle and Sebastian - If You´re Felling Sinister (1996)


Embora o Belle and Sebastian serem uma grande banda de EPs – não foi à toa (como fez o the Smiths) reunirem todos seus EPs em um álbum: Push Barman to Open Old Wounds – foi com seus álbuns que estão todas suas caracterizas que fizeram o que são hoje. E estão lá: a influência bossa nova, Everything But the Girl, pitada de Dylan, e a melancolia dos The Smiths e Felt.
O nome da banda foi inspirado em um livro infantil francês, Belle et Sébastien. A banda surgiu enquanto Stuart Murdoch (o líder) fazia um curso sobre a indústria musical na universidade, e os outros integrantes eram praticamente seus colegas de escola. Este é o segundo da carreira, lançado no mesmo ano de Tigermilk, era ainda a fase da banda sem “rostos” – muitas vezes pediam a amigos que os substituíssem nas sessões fotográficas e nas fotografias das capas dos álbuns - , mantiveram a atmosfera misteriosa e intrigante (que rodeava especialmente o vocalista e ex-boxeador Stuart Murdoch) que dava um charme indefinível às músicas.
A banda estava no auge de seus poderes místicos. A imprensa tentou revelar as suas identidades e seguir de perto o percurso profissional do grupo, mas eles não ajudavam em nada. O que seria do indie do novo século se não fosse o Belle and Sebastian; talvez seja a banda mais influente no Reino Unido depois do Radiohead. If You´re Felling Sinister abria as portas da nova geração: a geração Belle and Sebastian.



http://rapidshare.com/files/135669322/_If_You_re_Feeling_Sinister.rar.html

2 comentários:

Adri disse...

que legal vc falar deles hj! eu pensei nisso essa manhã... o que seria do "soft" indie se não fosse o belle e sebastian? não existiria magic numbers, lavander diamond...

Mary Joe disse...

Mary Joe é a música do Belle and Sebastian que mais amo na vida. É como se fosse feita em minha homenagem, rs.
Legal vc falar deles aqui.