quinta-feira, 10 de julho de 2008

O Deus do Fogo


Uma vez minha namorada me perguntou quem foi o primeiro artista a pintar o rosto no rock. Na hora eu não me lembrei de um maluco chamado Arthur Brown, que já em 1966 pintava o rosto - isto mesmo, antes de Alice Cooper, Kiss e Secos & Molhados brigarem pelo título. Pois é, Arthur Brown e banda já apareciam todos com o rosto pintado. Então já que o Ney Matogrosso sempre afirma que o Kiss os imitaram, poderíamos dizer que o Secos & Molhados imitaram Arthur Brown?
Arthur Brown se dizia o Deus do fogo e cantava “Eu sou o Deus do fogo do Inferno” em seu único e grande sucesso “Fire”; com o rosto pintado, de uma forma muito parecida com o King Diamond nos dias de hoje, subia ao palco com um fogaréu em cima de sua cabeça. Ele atraia atenção de todo mundo, inclusive de astros do rock daquela época, como Pete Townshend, Jim Hendrix e Mick Jagger. Diziam até que Hendrix queria montar uma banda com ele.
Em seus shows eram montado três cruzes no palco e o sujeito com uma roupa toda prateada subia em uma das cruzes, e em certo momento parecia que pegava fogo. Tudo isto era muito legal, mas com o tempo foi se desgastando e Brown já não atraia tanta atenção. Mas a música “Fire” é ainda regravada por muitos artistas, só que na época o empresário Kit Lamber fez ele assinar um documento que tirava todo o direito do músico de receber royalties pelo seu disco de estréia. Que sacanagem!


Um comentário:

Adri disse...

*-*
UAAAAAAAAAAU...

Quem é o cara da foto? Parece o James Blunt...

Realmente, o cara é a cara do King Diamond! Pois é... Na vida nada se cria, tudo SE COPIA!

hahahaha...

ÓTIMO POST!