quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Kevin DuBrow (1955-2007)


Quem não se lembra dos videos do Quiet Riot nos anos 80, como "Cum on Feel the Noiza" e "mama weer al crazee no" e baladas hard como "Don't Wanna Let You Go"? Muitos selembram e curtiram mesmo não sendo da praia do hard/hevy metal. A banda na verdade é um pouco mais antiga quando revelava o grande Randy Rhoads, nos discos Quiet Riot I e Quiet Riot II; mas também revelou a voz de Kevin DuBrow, que se assemelhava muito a voz de Noddy Holder do Slade, para falar a verdade, até melhor, pois ela menos berrada.
Eles tinham estourado com os discos "Metal Health" e "Condition Critical" e a turminha passou torrar o dinheiro com mulheres, álcool e drogas, principalmente Kevin DuBrow, que chegou a ficar pobre e nem tinha onde mais morar - voltou até morar com a mãe. A banda chegou a voltar sem Kevin, obviamente fracassou, pois é mesma a coisa dos Rolling Stones sem Mick Jagger. Nisto começou idas e vindas e discos regulares, só voltando a receber uma certa atenção no final dos anos 90.
Infelizmente, Kevin é encontrado morto em sua casa, depois de 6 dias, em 25 de novembro, segundo laudo médico por overdose de cocaína. Nunca vou esquecer quando vi eles em Belo Horizonte, em 1985, ainda saboreando sua glória antes da banda entrar em decadência, e eu cara-a-cara com Kevin em frente do palco.

Um comentário:

Dri disse...

Puxa... Mto triste perder um talento pras drogas!...
Mas parece que é mesmo um caminho, um destino, o desses rockers!